Category Archives: Sistema Imunitário

O que faz aumentar ou diminuir o Sistema Imunitário.
Comportamentos, Alimentos e fatores que aumentam ou diminuem o Sistema Imunitário e consequências para a saúde.

Portugal: País de peixe e Sol mas deficiente em Vitamina D

Published by:

Praia em Portugal cheia de sol

Praia em Portugal cheia de solPortugal é um país cheio de sol e rico em peixe de mar mas surpreendentemente a sua população apresenta aparentemente elevadas deficiências de vitamina D. Um dos mais recentes estudos publicado no dia 5 de Novembro de 2016 efectuado por investigadores portugueses pertencentes ao Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar (ICBAS) e à Unidade de Imunologia Clínica (Departamento de Medicina) do Centro Hospitalar do Porto confirmaram este facto.

Quem participou no Estudo para medir os níveis de Vitamina D

Os níveis de vitamina D nas populações humanas tornou-se uma questão de grande preocupação, na sequência de uma multiplicidade de trabalhos publicados que documentam a deficiência generalizada de vitamina D em toda a Europa, mesmo em países com abundante luz solar. Em Portugal, não existiam medidas de níveis de 25-hidroxivitamina D-25 (OH) D na população adulta em geral. O objectivo deste estudo foi portanto  medir os níveis de 25 (OH) D numa amostra de população saudável e investigar a possível associação com as Estações do Ano, em concreto Verão e Inverno, e com as medidas demográficas e laboratoriais seleccionadas.

Foi estudada uma amostra de 198 participantes dos 18 aos 67 anos, residentes no norte de Portugal. Os níveis de vitamina D entre os participantes foram avaliados em Julho e Agosto de 2015 (Verão) e Abril de 2016 (Inverno).

Diferenças entre o Inverno e Verão, Idade e Sexo nos níveis de vitamina D

Segundo o estudo publicado no The Journal of Steroid Biochemistry and Molecular Biology, em todo o grupo, 48% apresentava níveis deficientes de vitamina D (abaixo de 50 nmol/L). No período de Inverno, este valor chegou a 74%.

Não foram observadas diferenças estatisticamente significativas entre o sexo masculino e feminino, assim como não foram encontradas diferenças significativas entre as diversas idades dos participantes.

Como era esperado, observaram-se níveis mais elevados de vitamina D no Verão do que no Inverno. Os níveis foram significativamente mais baixos em obesos em comparação com os de peso regular.

Conclusões para minimizar esta deficiência

Cerca de metade da população no norte de Portugal apresenta deficiência de vitamina D durante todo o ano, e aproximadamente 3/4 têm níveis baixos em mais de metade do ano. Ainda que noutras regiões do país, mais a Sul e com mais exposição solar este níveis possam ser consideravelmente melhores, não podem deixar de ser muito preocupantes pelas implicações na saúde a longo prazo.

A deficiência prolongada de vitamina D aumenta consideravelmente o risco de doenças cardiovasculares, oncológicas e imunológicas.

A melhor forma de suprimir esta deficiência é através da exposição solar sem roupa durante pelo menos 20 minutos em 3/4 dias por semana (Quanto maior a área do corpo exposta melhor), consumir peixe fresco de mar e marisco selvagem várias vezes por semana, e eventualmente considerar a hipótese de tomar um suplemento de origem natural como o óleo de fígado de bacalhau.

16 Razões para fazer Exercicio

Published by:

16 Razões para fazer Exercício Físico de forma a aumentar a saúde.

1. Aumenta a longevidade

Diversos estudos têm comprovado que a pratica de alguns exercícios físicos conseguem reverter a diminuição dos telómeros. Os telómeros tem como principal função manter a estrutura dos cromossomos / cromossomas (Sequência longa de DNA que contem vários genes).
Cada vez que uma célula se divide os telómeros diminuem ligeiramente, chegando a um ponto que a divisão da célula é efectuada com defeito. Uma das consequências naturais deste processo é o envelhecimento, contudo diversas investigações cientificas têm concluído que o esporte / desporto que cria massa muscular tem como consequência a manutenção dos telómeros, chegando nalguns casos excepcionais a provocar o seu aumento, significando o aumento da longevidade.

2. Reduz o Estresse / Stress

A sua pratica causa a redução da hormona cortisol responsável pelo estresse / stress. No entanto a duração das sessões não deve ser longa e prolongada, caso contrário terão o efeito contrário. Aconselhamos sessões de tempo máximo de 30 minutos a 50 minutos.

3. Fortalece os Ossos

Uma alimentação rica em cálcio não chega para ter uns ossos fortes e saudáveis. A prática regular de desporto / esporte aumenta a consistência ajudando a fixar o cálcio, atenuando o risco de osteoporose.
4. Regula os níveis de colesterol
5. Diminui o risco de diabetes
6. Aumenta a oxigenação das células
7. Melhora a Saúde mental
O desafio de praticar novas atividades físicas cria ligações ao nível dos neurónios tão importantes e da mesma categoria das que desenvolvemos quando aprendemos uma língua estrangeira, aprendemos música ou qualquer outra disciplina. Consequências: Combate a demência, controla os vícios, aumenta a concentração e a capacidade criativa, estimula a memória e a agilidade mental.
8. Alivia a ansiedade
9. Melhora a vida sexual
10. Aumenta a força muscular
11. Previne os ataques de coração
12. Combate as insónias
13 .Aumenta a energia e capacidade de resistência
14. Melhora o sistema imunitário
15. Combate as depressões
É um anti-depressivo natural, faz como que se sinta mais feliz ao melhorar a sua imagem pessoal e a qualidade de vida.

16. Diminui a probabilidade de câncer / cancro.

Apenas enumeramos alguns dos efeitos positivos para a lista não ser muito longa. Atenção!!! Os benefícios não são instantâneos, são de efeito gradual e crescente à medida que formos mantendo a perseverança na pratica regular do exercício físico.
Se for iniciante deve procurar ajuda de profissionais numa academia / ginásio, adequando o esforço à forma física.
Deverá efectuar aproximadamente 4 sessões intercaladas por semana, nunca excedendo uma duração que não aumente os níveis de estresse /stress. À medida que o seu corpo se for habituando às séries de exercícios praticados mude o programa. É fundamental sair da zona de conforto e testar novas variantes na pratica do esporte / desporto.