Category Archives: Dieta

Dieta Saudável para ter o peso ideal
Dietas equilibradas para ter o peso ideal e uma otima saúde. Ervas, chás e alimentos que ajudam a emagrecer.

Que dieta para emagrecer pode fazer engordar ainda mais

Published by:

Abacates que tem uma gordura saudavel para manter o peso e não engordar

Abacates que tem uma gordura saudavel para manter o peso e não engordarO que acontece quando você evita a gordura na sua dieta e continua a comer um monte de alimentos cheios de açúcar? Um estudo recente analisou esta combinação. Os resultados encontrados foram mais chocantes do que se esperava. Temos de voltar aos Anos 90 do século XX para seguirmos o rasto do aparecimentos dos produtos magros ou 0%. Nessa época popularizam-se as dietas de baixo teor de gordura promovidas por célebres dietistas, actores e actrizes, músicos e outras celebridades. Tudo o que era precisa fazer era comer o mínimo de gordura possível e seria magro e saudável.

No entanto a população do Mundo Ocidental ficou mais gorda, mais doente, as pessoas com diabetes tipo 2 aumentaram exponencialmente e a industria de alimentos processados e fast-food não pára de crescer.

No estudo Diet-driven microbiota dysbiosis is associated with vagal remodeling and obesity publicado recentemente, um grupo de investigadores da Universidade da Geórgia nos Estados Unidos quiseram descobrir a relação entre 3 tipos de dieta e o efeito de acumulação de gordura. A experiência foi efectuada em ratinhos,  que foram divididos em três grupos, com 3 tipos de dietas em que ambos tinham a mesma quantidade de calorias:

  1. Um grupo com baixo teor de gordura e alto teor de açúcar;
  2. Um grupo com alto teor de gordura e alto teor de açúcar;
  3. Um grupo com dieta equilibrada.

Depois de 4 semanas a comerem as respectivas dietas, foram testadas a composição corporal dos ratinhos com pinças. Imagina o que se passou?

Os grupos com alto teor de açúcar começaram a ficar gordos. Mas os resultados não ficam por aqui, e são ainda mais surpreendentes.

O que mais surpreendeu os investigadores

 

Krzysztof Czaja, o principal investigador do estudo afirmou: “A nossa investigação mostra que nos ratos alimentados com uma dieta de baixo teor de gordura e alto teor de açúcar, a geração de gordura corporal é mais do dobro”.

De facto, os roedores com a dieta de baixo teor de gordura e alto teor de açúcar precisaram de menos da metade do número de calorias para gerar a mesma quantidade de gordura corporal. Basicamente, os ratos que ficaram mais gordos conseguiram isso ao consumirem o mesmo número de calorias do que os ratos alimentados com uma dieta equilibrada.

Conclusão, nem todas as calorias são iguais, e a qualidade dos alimentos faz a diferença, não o número de calorias totais.

Mais o pior estava para vir

Os ratos alimentados com alto teor de açúcar para além de ficarem gordos e não caberem nos seus biquínis e fatos de banho, também evidenciaram sinais de problemas no fígado. “O fígado acumulou mais gordura imitando o efeito da doença hepática não-alcoólica”, disse Czaja. Dietas de baixo teor de gordura e alto teor de açúcar também fazem aumentar as más bactérias do intestino associadas a problemas no fígado.

As dietas açucaradas induziram inflamação crónica no trato intestinal e no cérebro. Quando o cérebro fica inflamado danifica o nervo vago, alterando a comunicação do sistema gastro-intestinal e cérebro. Isso afecta sua capacidade de se sentir cheio, levando-o, a comer em excesso.

Que dieta deve seguir para não engordar

Embora o estudo tenha sido efectuado em ratinhos, carecendo de experimentação em humanos para verificação das conclusões, pode por hipótese estender-se os seus resultados, concluindo que a chave para não se engordar está no consumo de uma dieta equilibrada evitando os alimentos açucarados, bem como os xaropes de glucose e outros adoçantes processados.

Uma colher com azeite virgem extra

Azeite Virgem Extra

A dieta equilibrada deve conter gorduras saudáveis, como as presentes nos peixes de mar; frutos secos como nozes, amendoas, amendoins, etc; azeite virgem extra; abacates; óleo de coco não refinado; entre outros.

Em 15 dias alteração da dieta provoca aumento do risco de câncer

Published by:

fast-food ou comida saudavel influencia câncer do colon

Os cientistas descobriram efeitos dramáticos sobre factores de risco para o câncer de cólon quando alguns voluntários americanos e africanos trocaram de dietas em apenas 15 dias. As dietas ocidentais são ricas em proteínas e gorduras, mas pobres em fibras e suspeita-se que possam aumentar o risco de câncer/cancro do cólon em comparação com as dietas africanas ricas em fibras e pobres em gordura e proteína.

As taxas de câncer de cólon são muito mais elevadas nos afro-americanos (65 casos em cada 100.000 indivíduos) em comparação com os rurais sul-africanos (Menos de 5 casos em 100.000).

Um novo estudo, publicado a 28-04-2015 na Nature Communications (7342), confirma que uma dieta rica em fibras pode reduzir substancialmente o risco, e mostra que as bactérias que vivem no intestino desempenham um papel importante neste efeito.

O cancro do cólon é a 4ª causa mais comum de morte por tumores no Mundo, sendo responsável por mais de 600.000 mortes por ano com incidências muito mais elevadas no mundo ocidental do que na África ou no Extremo Oriente.

Detalhes do Estudo sobre risco de câncer

Para investigar a relação da dieta com as bactérias do intestino, uma equipe internacional que incluiu cientistas da Universidade de Pittsburgh nos Estados Unidos e do Imperial College de Londres realizou um estudo com um grupo de 20 voluntários afro-americanos e um outro grupo de 20 participantes da África do Sul rural. Os dois grupos trocaram de dietas sob condições rigidamente controladas e vigiadas por duas semanas.

A dieta dos norte-americanos consistia na sua maioria em hambúrgueres, batatas fritas, pizzas, refrigerantes, gelados, cachorros quentes e bacon frito.

A dieta dos Zulus era composta essencialmente por arroz cozido, papas de milho, feijões, água, frutas como mangas e bananas.

Os voluntários fizeram exames de colonoscopia (exame endoscópico do intestino grosso) antes e depois da troca das dietas. Os investigadores também mediram marcadores biológicos que indicam o risco de câncer de cólon e amostras de bactérias conhecidas.

Resultados do exame antes da troca de dietas

No 1º exame, quando os grupos tinham comido a sua alimentação normal do dia a dia, quase 50% dos americanos tinham pólipos (crescimentos anormais no revestimento do intestino que podem ser inofensivos, mas podem evoluir para cancro). Nenhum dos africanos tinha anormalidades.

Análise após troca de comida

Depois de 15 dias na dieta africana, o grupo americano tinha significativamente menos inflamação no cólon e biomarcadores reduzidos de risco de cancro. No grupo africano, as medições indicavam um aumento dramático do risco de tumores após duas semanas na dieta ocidental.

fast-food ou comida saudavel influencia câncer do colon

Conclusões após 15 dias de Investigação

Embora com uma base estatística reduzida os resultados sugerem que as pessoas podem diminuir substancialmente o risco de cancro do cólon ao comerem mais fibra. Esta conclusão só por si não é novidade, o que é realmente surpreendente é o quão rapidamente e drasticamente os marcadores de risco podem mudar em ambos os grupos pela simples alteração dos alimentos ingeridos. Estas descobertas também levantam sérias preocupações de que a ocidentalização progressiva das comunidades africanas pode levar ao aparecimento exponencial de cancro do cólon.

O estudo foi financiado pelos Institutos Nacionais de Saúde nos Estados Unidos e pelo Centro de Pesquisa Biomédica National Institute for Health Research Imperial no Reino Unido.