Memória e Agilidade Mental

A preocupação com a memória e agilidade mental surgem sobretudo com o aumento da idade, contudo estas recomendações devem ser seguidas por todas as gerações pois o ideal como já referimos inúmeras vezes é a prevenção ao longo do tempo.

Memoria e agilidade mental. Prevenção e causas.

À medida que envelhecemos parece que nos preocupamos mais com a falta de memória, lapsos e esquecimentos que não dávamos tanta importância quando éramos mais novos parecem agora ter outro significado. O esquecimento das chaves, carteiras ou números de telefone inquietam os mais velhos mas só por si não devem constituir sinais de alarme, as preocupações devem surgir quando começam a interferir de maneira séria com as atividades diárias.

Motivos de preocupação
  • Dificuldade em fazer escolhas;
  • Ser incapaz de recordar eventos recentes;
  • Perder-se em locais conhecidos com o bairro onde vivemos;
  • Dificuldade em articular palavras ou pronuncia-las de forma incorrecta;
  • Repetir diversas vezes na mesma conversa as mesmas frases, ideias ou perguntas;
  • Não conseguir efectuar acções simples como a higiene diária, vestir-se e apresentar um comportamento social inadequado.
O diagnóstico das causas não é trivial e poder exigir muito tempo e análise por parte de especialistas, contudo o próprio ou pessoas próximas podem atuar como detectives para tentarem encontrar as origens do problema. Alguns fatores que condicionam uma prestação regular do cérebro são:
  • Deficiência nutricional. Isto indica que a alimentação é desadequada e incorrecta, ou a absorção de nutrientes é deficiente;
  • Depressão 
  • Desidratação. Faça uma hidratação saudável;
  • Excesso de consumo de álcool eleva a mortalidade dos neurónios e aumenta o risco de doenças como alzheimer e demência;
  • Problemas na tiróide. Veja as formas de evitar e prevenir o hipotiroidismo;
  • Efeitos secundários de medicamentos para a pressão arterial, artrite, anti-depressivos, anti-histaminicos, para a ansiedade e para dormir;
  • As doenças cardiovasculares que podem limitar a oxigenação da massa cinzenta.
Causas para a perda de memória com a idade
  1. Diminuição do fluxo sanguíneo no cérebro que prejudica a memória e conduz a mudanças nas abilidades cognitivas;
  2. Falta de nutrientes pela degradação da absorção dos alimentos pelo organismo;
  3. A região do cérebro denominada hippocampus relacionada com formação e recordação das memórias vai deteriorando-se com a idade;
  4. A formação de hormonas e proteínas que reparam e protegem os neurónios e suas ligações decrescem com a idade.
Mas isto pode ser evitado e atenuado pois o cérebro tem a capacidade de produzir novas células mesmo na velhice. Assim como qualquer músculo se não for estimulado atrofia e com exercício físico desenvolve-se, também os estímulos correctos e estilo de vida saudável podem aumentar as aptidões cognitivas, prevenir as falhas de memória e manter a massa cinzenta.

Medidas Preventivas
Exercícios que estimulem  o cérebro como por exemplo a leitura, palavras-cruzadas, sudoku e xadrez.
Actividades ou exercícios físicos como jogging, montanhismo ou jardinagem. Qualquer atividade que exiga equilíbrio incrementa o sistema neurológico.
Suplementos naturais como:
  • Ginkgo Biloba, muito utilizado no combate aos radicais livres e auxiliar da oxigenação cerebral, no entanto não deve ser utilizado com alguns medicamentos anticoagulantes;
  • Colina, é um nutriente essencial muito abundante nos neurotransmissores;
  • Vitamina B12, essencial para a protecção dos neurónios;
  • Inositol, substância auxiliar do processamento de informação no cérebro.
Consumir regularmente (várias vezes por semana) os seguintes alimentos:
  • Ricos em ómega 3 como peixes gordos do tipo sardinha, salmão, atum e cavala, nozes,  e sementes de linhaça;
  • Chocolate preto;
  • Vegetais e frutas;
  • Bagas como os mirtilos, amoras e açai. Diversos estudos incluindo o publicado no Journal of Agricultural and Food Chemistry da Universidade de Tufts de Boston nos E.U.A mostraram os benefícios associados ao consumo diário destas bagas na prevenção do declínio neurológico das funções cognitivas e motoras relacionadas com a idade.
Evite o consumo de álcool, drogas e tabaco.
Tenha um sono regular deitando-se à mesma hora e dormindo 7 a 8 horas diárias.
Elimine o stress, pratique ioga e promova os contatos sociais com família e amigos.

Uma acção preventiva ao longo da vida com uma dieta de bons alimentos e uma dose moderada de exercício físico e mental são a melhor forma para manter uma boa memória e agilidade mental até à velhice.

Delete this element to display blogger navbar

 
Powered by Blogger